<th id="afvun"></th>

        <dd id="afvun"></dd>
        <progress id="afvun"></progress>
      1. <dd id="afvun"></dd>

          Sem mágoas: Diniz e Dorival mantêm amizade após troca de bast?o na CBF

          Dorival Júnior substituiu Fernando Diniz no comando da sele??o brasileira, mas a amizade dos treinadores segue intacta.

          O que aconteceu

          Diniz se decepcionou com o presidente da CBF, Ednaldo Rodrigues, após sua demiss?o. A chatea??o, porém, n?o se estendeu ao substituto Dorival.

          Fernando Diniz entende que foi corajoso ao aceitar conciliar Fluminense e sele??o, mas Ednaldo n?o teve a mesma coragem para manter o trabalho depois de trope?os nas Eliminatórias.

          Dorival foi o escolhido de Ednaldo e, desde, ent?o, conversou com Diniz pelo Whatsapp algumas vezes. A rotina ainda impediu encontros presenciais.

          Dorival Júnior e sua comiss?o chegam de manh? e saem à noite da CBF, enquanto Fernando Diniz também passa o dia no Flu e só chega no hotel onde mora para dormir.

          O atual técnico da sele??o pretende se reunir com Diniz em breve. O relato de ambos os lados é que a rela??o n?o sofreu nenhum impacto com os novos rumos da CBF.

          Pé atrás

          A forma como Fernando Diniz saiu da CBF fez Dorival se proteger. O técnico pediu "escudos" ao presidente Ednaldo Rodrigues.

          No período de Diniz, a CBF tinha Rodrigues acumulando fun??es. O treinador do Fluminense precisou, entre outras coisas, decidir se cortava ou n?o Antony e Lucas Paquetá pelas investiga??es de agress?o doméstica e apostas, respectivamente.

          Continua após a publicidade

          Dorival exigiu mudan?as e trouxe nomes de sua confian?a: o diretor Rodrigo Caetano, o gerente Cicero Souza, o coordenador Juan e o supervisor Sérgio Dimas.

          Com a diretoria refor?ada, Ednaldo saiu dos holofotes e Dorival se sente mais seguro. Caetano toma as principais medidas.

          A amizade entre Dorival Júnior e Fernando Diniz

          Dorival virou f? de Diniz em 2016, quando o Santos sofreu muito para vencer o Audax na final do Campeonato Paulista.

          O ex-técnico do Peixe, inclusive, mal comemorou o título, pois sentiu que o time precisou jogar na "retranca" para conseguir a ta?a.

          Eles se aproximaram após o torneio e, em 2017, Diniz acompanhou vários treinamentos de Dorival no S?o Paulo.

          Continua após a publicidade

          Apesar de vis?es de futebol às vezes diferentes, os profissionais se d?o muito bem. Eles se enxergam como treinadores que privilegiam a ética.

          Deixe seu comentário

          Só para assinantes
          国产精品揄拍100视频,先锋影音va资源网站,美.国一级黄片,黄色电影免费看

              <th id="afvun"></th>

              <dd id="afvun"></dd>
              <progress id="afvun"></progress>
            1. <dd id="afvun"></dd>